Atualização de privacidade

Lançamos nosso Centro de Privacidade e atualizamos o Aviso de Privacidade. Saiba mais. >

Educação Financeira para todos

08 de março de 2018

Quem precisa declarar imposto de renda?

Os contribuintes pessoa física têm até 30 de abril de 2018 para entregar a Declaração Anual do Imposto de Renda. Para evitar o pagamento de multa pelo atraso do IR, fique atento às regras do Leão sobre quem está obrigado, ou não, a declarar neste ano.

Como saber se preciso declarar Imposto de Renda?
Em primeiro lugar, é importante saber que se você se enquadra em pelo menos um dos critérios estabelecidos pela Receita Federal, então deve entregar a Declaração de Imposto de Renda. Portanto, prepare-se se, em 2017, você: Quem precisa declarar imposto de renda?

  • Recebeu rendimentos tributáveis cujo soma ficou acima de R$ 28.559,70. Considere trabalhadores, aposentados e pensionistas.
  • Teve rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte (como caderneta de poupança, por exemplo), acima de R$ 40.000,00.
  • Obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros ou similares.
  • Tinha, em 31 de dezembro, posse de imóvel ou terrenos com valor superior a R$ 300.000,00.
  • Passou à condição de residente no Brasil em 2017 (e assim permanecia em 31 de dezembro).
  • Obteve receita bruta proveniente de atividade rural acima do limite de 142.798,50.
  • Optou pela isenção de imposto de renda sobre o valor da venda de imóveis, desde que tenha usado o dinheiro para a compra de outro imóvel residencial em território nacional no prazo de 180 dias, contados da data do contrato de venda.

Quem não precisa declarar Imposto de Renda?
Se você não se enquadrou nas situações descritas, fique tranquilo, pois não está obrigado a entregar a declaração.

Os contribuintes que foram declarados como dependentes em formulário apresentado por outra pessoa física, no qual tenham sido informados seus rendimentos, bens e direitos também estão dispensados.

Compartilhar


Compartilhar