Educação Financeira para todos

19 de dezembro de 2018

Eu quero investir, por onde começo?

Para começar a investir seu dinheiro, o primeiro passo é o autoconhecimento. Você precisa identificar o seu perfil de investidor. Para isso, deve responder a algumas questões:

  • qual o meu objetivo para investir?
  • como reajo às oscilações do mercado?
  • aceito correr risco para buscar rentabilidades maiores na aplicação escolhida?
  • conheço os produtos financeiros?
  • sinto-me preparado para investir sozinho, ou prefiro contar com ajuda de alguém?
  • quanto tenho para investir?
  • por quanto tempo o dinheiro ficará aplicado?
  • tenho uma reserva de emergência, caso haja alguma despesa inesperada?

Saiba como começar a investir. Primeiro, você precisa conhecer bem seu perfil e suas necessidades.

Todas essas questões ajudam a compor o seu perfil e definir quais os produtos financeiros adequados ao seu objetivo.

O próximo passo é estudar o mercado, buscando conhecer melhor as opções de investimento, suas características, vantagens e desvantagens, para que você possa compor sua estratégia com mais segurança.

A diversificação é sempre recomendada: escolhendo ativos com características diferentes, você equilibra seu portfólio de investimentos e consegue maiores chances de ganhos, correndo menos risco.

Quer saber por onde começar a investir? Clique aqui:
http://financaspraticas.com.br/investir/como-investir-meu-dinheiro/dicas-de-investimento-por-onde-comecar-a-investir

Comportamento do investidor brasileiro
Pesquisa encomendada pela Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) ao Datafolha “Raio X do investidor brasileiro”, divulgada no início de novembro/2018, revela que 42% dos brasileiros têm algum saldo aplicado em produtos de investimentos. Desta parcela, a grande maioria (89%) ainda investe na Poupança. Previdência Privada segue como segunda opção, com 6%. Outros 5% investem em Fundos de Investimentos, 4% em Títulos Privados e 3% em Títulos Públicos.

Para o investidor brasileiro, a segurança é o principal motivo para investir. Ele não enxerga os produtos financeiros como forma de maximizar seu patrimônio, mas como uma maneira de guardar o que economizou em um lugar seguro, que é como enxerga as instituições financeiras. A busca por retorno financeiro aparece em segundo lugar entre as motivações, apontada por 16% dos entrevistados.

Para acesso à pesquisa Anbima, visite o site:
http://www.anbima.com.br

Compartilhar


Compartilhar