Educação Financeira para todos

Responda rápido: em casa, você é a pessoa que resolve tudo e responde por todas as decisões da vida financeira da família?

Compartilhe decisões

Cuidado! No planejamento financeiro, é muito importante envolver familiares, contando com a ajuda de todos nas medidas que forem adotadas e, principalmente, nas metas a serem atingidas.

Entre os casais, ambos devem definir objetivos, estratégia para torná-los realidade e conhecer toda a rotina. Isso inclui tarefas do dia a dia, documentação, dados de contas bancárias, financiamentos etc.

Compartilhe!
No emprego você age da mesma forma, centralizando tudo para se mostrar necessário à empresa? Errado! O segredo é fazer com que sua equipe seja capaz de realizar o trabalho com segurança na sua ausência, caso precise viajar a trabalho ou tirar suas merecidas férias. Tudo tem que andar bem, pois isso faz de você um excelente gestor!

Em casa, com a família, a dinâmica é a mesma. Sua família e seu (sua) companheiro (a) precisam aprender a tomar decisões e conduzir a vida na sua ausência, que não acontece apenas por motivos ruins. Você pode ser chamado para uma viagem internacional no trabalho, pode ter oportunidade de fazer um curso que lhe exija dedicação. Sendo assim, nada de guardar as informações só para você.

Escolha alguém em casa para compartilhar itens importantes do seu planejamento, tais como:

  1. Planilha de orçamento
  2. Dados de contas bancárias e cartões (número de agência e conta, onde guarda extratos, senhas, telefones de contato)
  3. Contas a pagar (onde estão guardadas, datas de pagamento, quais estão em débito automático)
  4. Dívidas/pendências financeiras
  5. Contratação de serviços domésticos
  6. Seguros e planos de previdência
  7. Investimentos
  8. Documentos (passaporte, título de eleitor, certidões de nascimento e casamento, carteirinhas de vacinação das crianças etc.)
  9. Contratos e escrituras
  10. Declaração de Imposto de Renda

Você só tem a ganhar!
Além de criar e fortalecer laços de confiança em família, você passa a contar com a opinião de outras pessoas em decisões que, antes, poderiam até ser adiadas pela sua falta de tempo ou não avaliadas com a importância e dedicação que deveriam.

Dessa forma você se sentirá mais leve e poderá contar com apoio, e com a opinião, de pessoas queridas que torcem pelo bem estar da família tanto quanto você. Pense nisso!

Compartilhe decisões

Compartilhar