Educação Financeira para todos

Pet e crianças formam uma combinação bem interessante. Mas, antes de ceder ao entusiasmo – ou aos apelos do seu filho – e dar a ele um bichinho de presente, você já parou para avaliar se sua família está preparada para receber esse novo integrante?

Cuidados com o pet

Primeiro, tenha certeza de que todos da casa apoiam a decisão e vão colaborar, dividindo a responsabilidade de cuidar do animalzinho. Isso vale inclusive para o seu filho: deixe claro para ele que o pet não é como um brinquedo, que ele pode devolver ou deixar de lado, passado o encantamento da novidade.

Qual o seu preferido?
Cães e gatos aparecem no topo de lista de preferências, mas, mesmo assim, procure se informar sobre as características e particularidades de cada espécie, para optar por aquela que mais se adapte ao estilo de vida da família.

Nesse ponto, você deve ficar atento ainda ao local onde mora. Um cachorro de grande porte vai precisar de grandes espaços para brincar e se exercitar. Quem mora em apartamento, então, deve verificar antes que tipo de animal é permitido pelo condomínio.

É importante também organizar as finanças para suportar novas despesas. Além de alimentação adequada, o pet vai precisar de cuidados com a saúde, o que inclui visitar o veterinário periodicamente, tomar vacinas, e, em alguns casos, realizar exames e tomar medicamentos. Imagine, por exemplo, se o seu cão sofresse um acidente e precisasse de uma cirurgia. Você iria encarar o gasto extra, sem sustos, ou isso abalaria o seu orçamento?

Além disso, dependendo do pet – em especial, os cães -, será preciso desembolsar dinheiro com banhos e tosas. Por isso, observe muito bem a raça escolhida.

Antes de escolher o seu...
E por falar em raça, atenção na hora da escolha! Algumas são conhecidas pelos animais calmos e independentes, já outras são sinônimo de agitação, com direito aos estragos nos pés de mesa e cadeiras roídos, tapetes molhados etc. Lembre-se: seu pet precisa ser educado, com muito amor e paciência!

É necessário que todos organizem sua rotina para dedicar algum tempo ao animal e que a família pense o que fará com o pet, se for viajar de férias, por exemplo: vocês pretendem e poderão levá-lo junto? Há algum parente ou amigo que possa ficar com ele? Ou ele terá de ficar em um hotelzinho? Nesse último caso, essa é mais uma despesa a se incluir.

Como última orientação, vale fazer a pergunta: vocês vão conseguir cuidar do pet durante toda a vida dele? Um cão, por exemplo, vive de 8 a 15 anos, em média, e um gato, até 20 anos. Lembre-se: o animal de estimação precisa dos seus cuidados.

Cuidados com o pet

Compartilhar