Educação Financeira para todos

Um caminho para viver melhor e feliz, sem sacrificar demais o orçamento, é compreender qual é, exatamente, o seu padrão de renda, ajustando-se a ele.

Padrão de consumo

Lembre-se: as aparências enganam. Nem sempre o colega ou familiar tão admirado pelo modo de vestir, pelo carro que possui e pelos lugares que frequenta possui suas contas em dia: seu grau de endividamento pode ser bem alto, apenas para manter as aparências.

Portanto, adote um padrão de vida mais simples, se necessário, e descomplique um pouco a vida! Procure encontrar formas de cortar gastos, organizar as contas e solucionar pendências, para poupar dinheiro.

Tempo de rever hábitos
A felicidade não está no que você compra. Observe-se: está gastando demais com itens desnecessários? Que tal adotar medidas bem simples, no seu dia a dia, que lhe trarão bem estar e mais tempo com familiares e amigos, por exemplo?

Que tal trocar a ida ao shopping todo fim de semana por uma caminhada no parque, ou mesmo um piquenique com a família ao ar livre? Pés na areia e banho de mar são uma boa forma de renovar energias, aproveite!

Observe sua rotina
Você faz suas refeições fora de casa? Costuma pesquisar preços, experimentar outros restaurantes, para ter certeza de que está pagando um preço justo? O mesmo vale para o cafezinho diário, as idas ao salão de beleza. Que tal pesquisar preços ou mesmo diminuir um pouco a frequência?

Tem mania de comprar roupas e vive dizendo que não tem nada no guarda-roupa? O problema pode estar na desorganização. Analise todas as peças, faça uma boa arrumação e experimente compor looks interessantes. Assim,quando você for comprar algo, saberá exatamente o que está faltando e tudo ficara bem mais fácil e econômico.

Para casais que têm o hábito de jantar fora e ir ao cinema/teatro aos fins de semana, a dica é alternar, incluindo uma gostosa e romântica programação caseira, com o preparo a dois de várias refeições leves e especiais.

Uso do carro
Em família, a sugestão é verificar formas de otimizar o uso do carro, utilizando transporte público, revendo percurso e rotina, de forma a um familiar dar carona aos demais, ou mesmo verificando no trabalho se é possível fazer uso solidário do veículo, dividindo despesas com combustível, estacionamento etc.

Muitos trajetos podem ser feitos a pé, o que traz benefícios tanto para o bolso quanto para a saúde!

Hora das compras
Seja no shopping ou no supermercado, adote o hábito de levar sua lista e se restringir ao que realmente é necessário neste momento. Evite as compras por impulso e dê um tempo aos supérfluos.

Combata o desperdício, comprando apenas o que tem certeza que irão consumir. Para isso, antes das compras, faça uma verdadeira varredura nos armários e na geladeira.

Deixe a vida mais leve!

  • faça uma arrumação em casa e elimine o que você não precisa. Alguns itens podem ser doados e outros podem ser vendidos, pense nisso.
  • procure reaproveitar eletrodomésticos e eletroeletrônicos com problemas em casa. O conserto pode sair mais barato, pesquise.
  • reveja seus hábitos de consumo e busque formas de economizar dinheiro.
Padrão de consumo

Compartilhar