Educação Financeira para todos

O consumo responsável ganha cada vez mais adeptos na luta pela preservação do meio ambiente, na formação de um consumidor consciente e de uma economia mais justa. Além disso, viver em harmonia com a natureza pode ajudar no orçamento.

Os 5Rs da sustentabilidade em prol do consumo responsável

Os 5Rs da sustentabilidade são um forte exemplo desse movimento que envolve consumidores e empresas, e sugere mudanças de comportamento, com o objetivo de sensibilizar o ato de descartar e consumir com responsabilidade.

Os 5Rs: repensar, recusar, reduzir, reutilizar e reciclar

Repensar: consumir produtos de modo responsável!
Lição importante da Educação Financeira: antes de consumir um produto, pense na sua real necessidade e no resíduo que poderá ser gerado. Você realmente precisa do que está comprando? Se você compra algo novo, o que faz com o antigo? Este é um momento para refletir sobre seus hábitos.

Muitas vezes, reduzir o consumo pode não ser possível em uma escala maior, mas você pode sim fazer escolhas que minimizem os impactos ambientais, sociais e econômicos negativos.

Avalie sempre a rotulagem ambiental e ciclo de vida do produto, desde a extração da matéria-prima até o seu descarte, considerando o consumo de energia e de água, a emissão de carbono, condições de trabalho na cadeia, formas de distribuição etc.

Reduzir: o consumismo
Reduzir o consumo, evitar desperdício e optar por itens que tenham maior durabilidade, ainda que sejam um pouco mais caros (mas que serão substituídos apenas no longo prazo), podem ser os primeiros passos para colocar em prática um novo estilo de vida.

Imprimir frente e verso do papel, trocar livros e roupas entre amigos e familiares, usar lâmpadas econômicas, pilhas recarregáveis, embalagens retornáveis, comprar a granel, usar garrafas ou canecas no lugar dos copos plásticos, são outros ótimos exemplos fáceis de adaptar no dia a dia sem, necessariamente, mudar o seu padrão de vida.

Reaproveitar: reaproveitamento de materiais
Reaproveitar produtos significa dar uma nova utilidade para um item já usado e assim estender sua vida útil para evitar um novo processo de produção.

Assim, potes de vidro viram recipientes para guardar alimentos, caixas de sapato se transformam em organizadores de objetos, sacolas de supermercado viram saquinhos de lixo, garrafas de vidro podem ser usadas como vasos etc. A internet está cheia de ótimas ideias de economia doméstica para reaproveitar objetos (e até mesmo sobras de alimentos). Dá para aliviar o orçamento e cuidar do planeta ao mesmo tempo.

Reciclar: é preciso
Diferentemente do reaproveitamento do lixo, o trabalho com reciclagem de materiais requer um processo industrial que irá transformar um resíduo em um novo produto. Esta opção diminui a necessidade de explorar novos recursos na natureza, custa mais barato do que produzir da maneira tradicional, já que exige menos energia e insumos, e gera emprego e renda para a população.

Tenha sempre o cuidado de comprar produtos que podem ser reciclados, assim você também estará contribuindo para um processo de produção mais limpo. A coleta seletiva deve fazer parte da realidade de todos.

Recusar: produtos que prejudicam o meio ambiente
Como consumidor, e corresponsável pela preservação dos recursos naturais do planeta, você pode se recusar a comprar produtos de empresas que não tenham compromisso com o meio ambiente e, consequentemente, geram impactos socioambientais significativos.

Os 5Rs da sustentabilidade em prol do consumo responsável

Compartilhar