Seu assessor financeiro pessoal
Siga o Finanças Práticas
FacebookTwitterYouTube
Imposto de Renda 2014: Fique atento às dicas e planeje-se!

Imposto de Renda 2014: Fique atento às dicas e planeje-se!
O prazo para entregar a Declaração de Imposto de Renda 2014 vai de 06 de março a 30 de abril. Evite deixar para a última hora: baixe o programa, reúna os documentos necessários e preencha sua declaração o quanto antes. Confira:

promo

Assista ao Fórum de Educação Financeira 2014
Assista o webcast do Fórum de Educação Financeira onde foram discutidas as necessidades de educação financeira para pessoas não-bancarizadas ou com limitada bancarização.
Assista ao webcast

Como elaborar um orçamento

Aprenda a preparar seu orçamento em quatro passos!

Para ajudá-lo na tarefa de organizar suas contas em uma planilha de orçamento, listamos aqui quatro passos. Conheça-os e comece o seu o quanto antes!

Primeiro passo: calcule sua renda

A maioria das pessoas começa o seu orçamento do lado errado: pelas despesas, quando o ponto de partida deveria as receitas. Pense a respeito: você deve gastar de acordo com o dinheiro que tem disponível, certo?

Pode-se dizer, então, que as receitas (quanto você ganha) definem o seu poder de consumo. Seus gastos devem se adaptar a essa realidade.

E o que entra nessas receitas? Inclua aqui o seu salário, rendimento com aplicações financeiras, ou aluguel.

Observe seu holerite:

Você entende bem o recebimento do seu salário? Se a sua remuneração hoje é de R$ 2 mil, isso não significa que esse dinheiro estará efetivamente na sua conta bancária todo mês. Já parou para analisar os descontos? Lembre-se: o valor que lhe interessa, no orçamento, é o salário líquido.

Faça um teste. Respondendo às questões abaixo, você conseguirá saber o quanto conhece da sua própria receita!

  • qual é o seu salário bruto (antes da incidência dos impostos e das contribuições)?
  • quais os descontos que aparecem no seu holerite?
  • que período de pagamento o seu contracheque cobre?
  • quanto, do seu salário bruto, você deduz para pagamento de um plano de aposentadoria?
  • qual o valor atual do seu salário líquido?
  • quanto você estima receber (em salários) anualmente?

Um lembrete: só coloque na "lista" o que efetivamente você receber: uma estimativa de bonificação ou a possibilidade de receber comissão por um serviço não deve ser considerada. Afinal, ela pode não vir e contar com o dinheiro antes da hora pode ser um problema!

Da mesma forma, limites do seu cheque especial e do cartão de crédito não entram na definição da sua receita mensal. Lembre-se: o crédito deve ser utilizado de forma consciente.

Segundo passo: analise os seus gastos

Terceiro passo; calcule a diferença

Quarto passo: hora da decisão!