Educação Financeira para todos

Procrastinação. Essa palavra faz parte do vocabulário financeiro, como algo que devemos sempre evitar. Sabe, afinal, o que significa? Quer dizer adiar, deixar suas decisões e iniciativas sempre para depois.

Emoções e Investimentos

No mundo das finanças, adiar é bastante comum, embora seja um erro. As pessoas costumam procrastinar o seu planejamento financeiro, porque tomar decisões envolve uma série de fatores:

  1. Você precisa ser determinado e se dedicar à tarefa;
  2. Deve abrir mão de algo hoje, por um objetivo futuro;
  3. Tem que ser organizado, para compor seu orçamento;
  4. Deve ter objetivos claros;
  5. Precisa ter disciplina para colocar seu plano em prática.

Você conseguiu ver, nesses itens, alguma semelhança com a decisão de começar um regime alimentar? Pois bem, um planejamento financeiro e uma dieta têm sim pontos em comum, por isso é comum compará-los. 

E quem já não adiou diversas vezes a promessa de começar um regime na próxima segunda-feira? O motivo é simples: você sabe que, mesmo colhendo muitos benefícios depois, terá de abrir mão de alguns abusos, rever hábitos etc. Viu como são parecidos? 

Não adie mais!
Para evitar a procrastinação, estabeleça suas metas e inspire-se, ainda mais se você estiver passando por uma situação de descontrole financeiro, que possa levá-lo à inadimplência.

Se na dieta alimentar fica muito mais fácil começar quando se tem um objetivo claro (por exemplo: “quero emagrecer para usar manequim 42 no casamento do meu irmão e sair linda nas fotos”), no planejamento a dinâmica é parecida: você vai ter que abrir mão de um consumo hoje, para realizar algo no futuro. 

Suas metas devem ter algumas características bem definidas, para ajudar você a ser firme em seu planejamento. Para isso, terá de responder sempre a algumas perguntas. Veja só: 

  • O que pretendo fazer com o dinheiro? – metas devem ser específicas
  • Quanto vou precisar juntar? – metas precisam ser mensuráveis
  • Em quanto tempo consigo atingir este objetivo? – metas precisam ser realizáveis e previsíveis!

Compartilhar