Educação Financeira para todos

Já faz algum tempo que os consumidores vêm aderindo em massa ao pagamento de suas contas e compras com cartões de crédito, débito ou loja.

Cartão de crédito

Diante dessa realidade, o lojista deve ter em mente as vantagens que o dinheiro de plástico proporciona, mas sem perder de vista os cuidados para que a sua aceitação não se torne um problema.

Conveniência ao cliente e ao lojista
A segurança nas transações e a eliminação do risco de inadimplência estão entre as vantagens de aceitar o plástico como meio de pagamento. Além disso, o cartão dá ao lojista a possibilidade de oferecer mais opções de prazo e parcelamento ao cliente, o que pode alavancar as suas vendas.

Outra vantagem é que, ao aceitar o plástico, o lojista pode ter à disposição serviços que vão muito além das vendas por cartões, como a recarga de celulares, por exemplo.

Mais vantagens
Seguem outras vantagens de aceitar o cartão, que podem facilitar a vida do lojista:

  • Garantia de recebimento ao lojista
  • Não preocupação com troco
  • Não preocupação com horário bancário para depósitos
  • Menos dinheiro no caixa e mais segurança ao local

Cuidados
Mas não é por ser considerado mais seguro, que o uso do cartão está livre da ação de fraudadores.

Por isso, o lojista deve ficar atento para se prevenir de possíveis golpes, evitando prejuízos aos seus clientes e, consequentemente, ao seu negócio.

Algumas das medidas de segurança são oferecidas pela própria administradora do cartão. Esse é o caso do código CVV2, número de três dígitos localizado no verso do plástico. É por meio dele que, nas operações on-line, o empresário confirma se quem realiza a compra está fisicamente de posse do cartão ou apenas com o número dele.

Assim, se por meio de um golpe um fraudador teve acesso ao número do cartão de outra pessoa, mas não sabe o código de segurança, ele não consegue utilizá-lo indevidamente.

O lojista pode ainda utilizar o serviço de confirmação do endereço, para consultar se o titular do cartão forneceu o endereço de faturamento correto, associado à fatura. O cartão com chip também ajuda a combater fraudes, já que só pode usado mediante a digitação de uma senha pessoal em terminal de pagamento.

Compartilhar